Capital de Giro – Descubra como não ser negativado

Diversas empresas todos os dias sempre acabam indo à falência e se fecham, onde isso ocorre, na maioria dos casos, devido à falta de organização e o planejamento financeiro, além do Capital de Giro

Quando as finanças de uma empresa não se encontram em dia, é bastante provável que todos os investimentos em médio e longo prazo acabam sendo afetados, e o empreendimento entre em um déficit.

Planilha de Capital de Giro 

Você precisa de dinheiro? 

Descubra quanto você precisa para manter sua empresa funcionando. 

No entanto, o que diversos empreendedores não sabem, é que o capital de giro apresenta uma enorme participação quanto a solução dos problemas de fluxo de caixa, influenciando assim diretamente no sucesso do empreendimento.

O que é Capital de Giro?

O Capital de Giro ou conhecido como ativo circulante, é considerado como o total de recursos que são necessários para que a empresa desempenhe as suas atividades diárias, ou seja, ele procura representar os bens que ela possui e que poderão ser convertidos em capital dentro de um curto prazo, como contas a receber, aplicações financeiras, entre outros.

Assim, é essencial levar em consideração que o capital de giro é uma parcela que se resulta da diferença entre o dinheiro que a empresa possui disponível e o dinheiro que deve ser usado para a quitação de dívidas, como as despesas fixas, gastos que são precisos para comercializar, prestação de serviços, e outros gastos.

Por que se deve controlar o Capital de Giro?

Caso a empresa procura manter um bom controle de todas as suas finanças e saiba exatamente quanto ela possui de capital de giro, ela pode então:

  • Ter conhecimento de qual será o melhor momento de comprar e os prazos em que poderá assumir, o que evita que ocorra empréstimos;
  • Realizar os pagamentos de todas as contas em um curto prazo e ainda manter o seu caixa positivo;
  • Conseguir manter as suas contas do ativo e as suas contas do passivo em um equilíbrio;
  • Supra todas as necessidades para realizar as atividades operacionais;
  • E garanta a criação de riqueza para a empresa em um longo prazo.

Principais riscos de um mau controle do Capital de Giro

Ao se trabalhar com um Capital de Giro baixo, os riscos operacionais só tendem a aumentar, o que torna a empresa suscetível a ter um caixa negativado, comprometendo o bom funcionamento de todas as suas atividades.

Em diversos casos, uma administração que não é eficiente em relação ao montante de Capital de Giro e o planejamento financeiro, faz com que os empresários procurem conseguir crédito em bancos e contraiam financiamentos para que se possa cobrir as dívidas da empresa.

Mas, ao realizarem essa estratégia, as empresas acabam se tornando vulneráveis em relação aos bancos e tendem a negociarem uma posição desfavorável, sendo obrigados a concordarem com os termos e contratos, ou então que entrem em inadimplência.

Importância do “Capital de Giro”

O capital de giro é importante, pois ele é capaz de proporcionar segurança a empresa, em que com a sua falta, a empresa pode acabar sofrendo com a falta de capital, baixa nas vendas, falta de competitividade, perda de espaço no mercado e, muitas vezes, até mesmo o fechamento da empresa.

Mas, com um capital de giro bem administrado e se mantendo em quantidade suficiente para poder manter a empresa, ajuda para uma geração maior de lucratividade, êxito e desenvolvimento e sucesso do empreendimento.

Administrando bem o Capital de Giro

  • Faça o registro de todos os recebimentos de forma correta

Para ter segurança de que as análises financeiras sejam mais exatas e que sejam consideradas nas tomadas de decisões, é essencial que o fluxo de caixa seja sempre monitorado de forma periódica pelos gestores da empresa, pois é através deles que as entradas e as saídas irão ser acompanhadas e comparadas diariamente.

  • Tenha muita atenção com os valores a receber

Muitos gestores acabam cometendo a falha séria no momento de contraírem dívidas, que é mensurar a previsão das entradas tendo como base na carteira de recebíveis e em qualquer crivo que seja crítico, isto é, sem levar em conta as inadimplências possíveis.

Ao agir assim, é provável que a empresa apure uma redução ou então a falta de capital de giro, pois assumir dívidas já contando com uma quantia que é incerta de dinheiro, acaba ocasionando na falta de caixa.

  • Peça prazos maiores aos fornecedores

Uma maneira de manter o capital de giro no positivo é realizar a negociação com os fornecedores, sendo interessante conseguir prazos maiores para poder pagá-los.

Após negociar com os fornecedores, procure oferecer um prazo menor de pagamento para os seus clientes, pois assim o valor irá ser recebido antes de as contas vencerem, e no momento que for quitar as dívidas, a empresa já terá o dinheiro em caixa, o que diminui os riscos de chegar no dia do vencimento e não possuir um recurso disponível.

  • Crie um planejamento financeiro eficiente

Ao elaborar um planejamento financeiro eficiente, pensando em todas as ações da empresa, é possível que ela tenha uma visão ampla do seu negócio no momento que necessitar tomar certa decisão e garantir que os recursos de caixa precisem ser gastos de maneira coerente, o que mantem o capital de giro elevado.

  • Procure não realizar empréstimos

Todas as empresas sempre se encontram suscetíveis a terem o capital de giro disponível reduzidos, e isso devido a muitas situações. Assim, uma das primeiras alternativas dos gestores é sempre realizar empréstimos, pois essa é uma das formas mais rápidas de conseguir colocar dinheiro no caixa.

Mas, é importante que a empresa se lembre que as taxas de juros que se aplica em cima da quantia solicitada em empréstimos, são extremamente altas. Por isso, antes da contratação de empréstimos, é importante que se pense bem se não há outras opções.

Portanto, ao saber o que é  Capital de Giro e a sua grande relevância para que exista a saúde financeira da empresa, tudo se torna mais fácil para agir com planejamento e possuir uma gestão bem mais eficiente, sendo importante em momento algum descuidar desse aspecto.

E lembre-se: “Não se gerencia o que não se mede”

Até mais, te vejo com os vencedores!

Fechar Menu
Entre em Contato!

Solicite sua Avaliação Gratuita

Solicite sua Avaliação Gratuita

Solicite sua Avaliação Gratuita