Descubra como aumentar a qualidade de seus produtos ou serviços

Muito se fala em qualidade ou “produtos de qualidade” nos negócios. Existe uma pergunta frequente na decisão de compra: “Será que esse produto é de qualidade? ”

Os empresários buscam que seus negócios ofereçam produtos ou serviços que possam ser reconhecidos pela sua qualidade em atender as necessidades dos clientes.

Através desse artigo vou demonstrar para você como conseguir desenvolver produtos e serviços que sejam reconhecidos como um referencial de qualidade.

Marca

Quando estamos prestes a adquirir um produto ou serviço, temos que tomar uma decisão de compra.

A decisão de compra se baseia em duas perguntas básicas qual o produto ou serviço que resolverá meu problema ou dor e como ele fará isso.

Existem muitos produtos e serviços que oferecem basicamente os mesmos atributos de solução e consequentemente são concorrentes, eles se diferenciam de como eles fazem isso.

A marca é um referencial de qualidade, quando tomamos a decisão de compra por certa marca eliminamos a incerteza de um produto ou serviço funcionar ou não para nosso problema.

As empresas buscam criar marcas como um referencial de qualidade para que essa seja top of mind na decisão de compra para aquele tipo de produto ou serviço.

Por essa razão construir uma empresa e consequentemente uma marca que busca encantar seus clientes é um referencial de sucesso nos negócios.

Agora que sabemos a importância da qualidade, podemos entender como desenvolver produtos e serviços de qualidade.

Referência de Qualidade

Podemos definir qualidade como a propriedade ou característica que define um produto ou serviço.

A propriedade ou característica que define um produto ou serviço de boa qualidade está diretamente relacionado ao grau de utilidade esperado quando comparado com o outros que gerem o mesmo resultado do seu uso.

A principal dificuldade de conseguir desenvolver produtos ou serviços de qualidade referenciada pelo cliente está na relação de custos de produção versus preço de venda aceito pelo mercado.

Sabendo disso, como conseguir qualidade nos produtos e serviços?

Processos

A chave para a conquista de uma qualidade reconhecida nos produtos e serviços está nos processos operacionais.

Um processo é um conjunto de atividades ou funções estruturadas em uma sequência lógica, realizadas por pessoas ou máquinas, com objetivo de transformar os recursos em bens ou serviços, através de uma metodologia de processamento. Veja mais aqui.

Quanto mais padronizado, ou seja, seguir um padrão de processamento que gere um resultado esperado mais qualidade seu produto ou serviço terá.

Sempre é possível melhorar um processo, desde que ele exista.

Fornecedores

Hoje, com o avanço tecnológico e propagação da informação temos um mundo praticamente plano.

Muitas vezes o preço de aquisição de um produto está diretamente relacionado com a qualidade que aquele insumo pode apresentar, isso é não é uma verdade absoluta.

Com a produção em massa com padrões de processamento já verificados, conseguimos adquirir produtos de diversos fornecedores ao redor do mundo por custos competitivos a uma qualidade verificada.

Para isso é necessário criar um planejamento de estoque e pensar na produção em escala para aquisição de volume.

Controle

Você controla seu negócio, não o contrário.

Existem muitas variáveis que estão envolvidas para que um negócio aconteça conforme o planejamento de processos operacionais ou Process Map.

Para que o fluxo de trabalho aconteça de forma que gere o resultado esperado em relação a quantidade e qualidade as variáveis precisam ser controladas para poderem ser identificadas e ajustadas se necessário.

A grande maioria das empresas usa tecnologia para gerar dados suficientes para ter um controle passível de ser gerenciado.

A tecnologia é benéfica cria agilidade nos sistemas operacionais e gera confiabilidade nos dados gerados, porém você não pode ficar refém dela.

Aqui fica uma dica,  use 100% dos somente 30% da tecnologia que são relevantes para você. Dessa maneira, você a controlará, mas não será controlado.

Existem muitas maneiras de controlar processos, alguns exemplos são: Tally Sheets – Medidor de Freqüência de eventos, Flow chart or Process Map – Sequência de movimentos de um sistema, Histogram – Distribuição de dados (curva normal), Cause and Effect diagram – Relação entre eventos ou coisas e seus resultados, Pareto Diagram – Freqüência das ocorrências da maior para menor, Scatter Diagram – Dispersão de dados de duas ou mais variáveis, Control Charts –  Comportamento do processo.

Geralmente a execução dos processos são desenvolvidos por pessoas, e quando você coloca uma pessoa sob controle e vigilância, não se está controlando a queda de uma pedra, mas sim uma situação social, envolvendo seres humanos animados, racionais e emotivos, influenciáveis e influenciados pelos controles em si.

Muitas pessoas apresentariam melhor desempenho se tivessem as ferramentas adequadas, como manuais e tutoriais, outras precisam entender melhor sua contribuição do cargo para a organização e algumas precisam desenvolver novos conhecimentos e habilidades.

É possível treinar as pessoas em novas habilidades e competências, mas não em comportamentos.

O único critério realmente importante para avaliar o nível de desenvolvimento são os resultados, que devem consistir em melhoria de desempenho.

Existe um lema do Google, que se faz necessário lembrar. –  “Analise dados, não opiniões”

ISO

ISO é a sigla de International Organization for Standardization, ou Organização Internacional para Padronização, em português.

Como falamos anteriormente, grande parte da qualidade dos produtos e serviços está na padronização de processos e características para gerar um resultado esperado.

A ISO cria documentos que fornecem requisitos, especificações, diretrizes ou características que podem ser usados ​​de forma consistente para garantir que materiais, produtos, processos e serviços sejam adequados à sua finalidade.

Lean Six Sigma

Seis Sigma é uma metodologia consolidada de negócios para aumentar a satisfação do cliente e a rentabilidade da empresa através da otimização das operações, resultando em um aumento da qualidade e eliminação de defeitos em todos os tipos de organização.

A principal estratégia Six Sigma é desenvolver um plano de ação, para impulsionar o aumento de receita, gerar redução de custos e melhorias nos processos em todas as partes da organização.

O plano de ação constitui em uma melhoria contínua nos processos gerando uma curva de aprendizagem até o nível máximo de qualidade chamado de Six Sigma, o plano constitui em Definir o processo ou problema, Medir seus resultados, Analisar as Variáveis, Desenvolver estrategias de melhoria e Acompanhar e Controlar os novos resultados, assim sucessivamente até o ponto máximo.

Um exemplo de nível máximo de qualidade (Six Sigma): “Em cada 1 milhão de rodas produzidas, apenas 3,4 apresentam defeitos”.

Espero ter apresentado um caminho para que você consiga implantar metodologias que realmente resultem em aumento da qualidade em seus produtos e serviços.

E lembre-se: “Acredite em Deus, todos os outros devem trazer dados.”

Até mais, te vejo com os vencedores!

Fechar Menu
Entre em Contato!

Solicite sua Avaliação Gratuita

Solicite sua Avaliação Gratuita

Solicite sua Avaliação Gratuita